“TERRA PROMETIDA”, O NOVO SINGLE DE JÓNATAS PIRES

Fosse a Bíblia escrita hoje, talvez lêssemos “poderá alguma coisa boa vir do Vale da Amoreira?” Talvez seja abuso meu assumir a potencial importância cósmica deste lugar, mas é inegável que, para muitos, de certos bairros, cidades ou países é impossível encontrar manifestações do bem. Ou gente de bem. O mesmo talvez se possa dizer do eixo Anjos-Intendente, onde a calçada é portuguesa por ser feita de gente. Quem duvida da existência do purgatório, que passe por lá e tire as suas conclusões.

Ao escrever a Terra Prometida, pensava em muitas coisas. Estão lá todas, nas metáforas, nas imagens, nos instrumentos, na melodia. Explicá-las é pôr-lhes trela e açaime. Mas um dos meus pensamentos ia para todos os que só têm uma promessa para se agarrar à vida. Os que nasceram condenados a lutar pela manutenção. Os que nunca vão ter credenciais para o clube dos bons. É para eles que digo: Enquanto dormimos, avançamos com o sopro da vida.

Não escondendo o seu carácter biográfico, Jónatas Pires dá a conhecer hoje, o novo single do seu primeiro trabalho em nome próprio – “Terra Prometida”. Sucedendo ao auspicioso “Eu só Preciso” publicado em Novembro passado, esta nova revelação do álbum que aí vem, recupera a energia adolescente e pueril de que nos lembramos quando, na década passada, nos surpreendemos com “Os Pontos Negros”, o grupo em que debutou.

“Terra Prometida”, um clássico no sentido mais nobre do termo, adianta-nos um compositor formado na audição dos mais brilhantes cantautores. Mas o que seguramente nos ressalta é a abordagem poética a um universo pessoal que a própria vida moldou. Uma história assente na verdade, tal e qual nos habituámos a classificar uma (verdadeira) canção rock, descrevendo-nos o quotidiano sem filtros. Aliás, este é mais um sinal do que Jónatas Pires nos trará no seu longa duração.

“Terra Prometida” conta com vídeo de Tiago Brito, repetindo a colaboração de “Eu só preciso”. Com um guião concebido em parceria, Tiago e Jónatas transportam-nos à geografia da canção através de um “vídeo andante” em que a montagem reforça a energia musical da canção.

“No segundo teledisco assumimos uma abordagem literal, num percurso por alguns lugares citados na canção, num estilo documental e com poucos artifícios. Uma abordagem que desse espaço à narrativa da canção, cheia de vivências e referências. A simplicidade de um homem e um caminho, uma banda no lado oposto à Terra Prometida.” (Tiago Brito)

Com produção de Silas Ferreira, companheiro na banda “Os Pontos Negros”, esta canção conta ainda com a participação de outro dos cúmplices dos velhos tempos e, diríamos, da vida, o baterista David Pires, irmão de Jónatas. Ainda, António Quintino, no baixo; o piano de Joana Wagner Pinto no piano; e nos coros, Samuel Úria.

Próximos Eventos

Atualmente não existem eventos nesta lista

Contactos

VACHIER & ASSOCIADOS
PRODUÇÃO DE ESPECTÁCULOS, LDA

Rua Frei Joaquim de Santa Rosa de Viterbo, 15
1600-230 Lisboa - PORTUGAL

Tel: (+351) 21 416 83 00
Fax: (+351) 21 416 83 09

vachier@vachier.pt

MANAGEMENT
Paulo Salgado
paulosalgado@vachier.pt

AGENCIAMENTO
Patrícia Pinto
ticha@vachier.pt

CONTABILIDADE
Cátia Gonçalves
catiagoncalves@vachier.pt

Newsletter

Vachier & Associados
Share This
X